UFCG e UFPB lideram ranking de patentes residentes do INPI 2020

5 de outubro de 2021

A Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e a Universidade Federal da Paraíba (UEPB) estão no Top 3 do ranking dos maiores depositantes de pedidos de Propriedade Intelectual no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), referentes ao ano de 2020. O destaque das instituições paraibanas foi para pedidos de depósitos residentes. Juntas, UFCG e UFPB tiveram 170 patentes.

O ranking foi divulgado esta semana e trás a UFCG no 1º lugar com 96 depósitos residentes no INPI. Foram 17 depósitos a mais que a segunda colocada: a Petrobrás S.A. que teve 79 depósitos residentes. E em terceiro lugar está a UFPB que teve 74 depósitos residentes no INPI em 2020.

Os rankings do INPI incluem ativos como Patentes de Invenção, Modelos de Utilidade, Marcas, Desenhos Industriais e Software, entre outros. Para o diretor geral do Parque Tecnológico da Paraíba, professor doutor Nilson Silva “a liderança das universidades, com o 1º e o 3º lugar no mesmo ano, coloca a Paraíba em destaque nacional de patentes, como prova do potencial de inovação que o estado tem”, disse ele.

A Fundação PaqTcPB caminha junto as universidades paraibanas no desafio pela inovação. “Como parque tecnológico e apoio e incubadora vamos cumprindo nosso papel no ecossistema de inovação e tecnologia do nosso Estado junto a Unidade Regional do INPI, sendo esse elo da tríplice hélice e incentivando a transformação de conhecimento técnico científico. Os resultados são esses: desenvolvimento econômico e impacto social para o nosso Estado num trabalho conjunto com todos os atores e a várias mãos”, destacou a professora doutora Nadja Oliveira, diretora técnica da Fundação PaqTcPB.